quinta-feira, 26 de março de 2009

Para a Cris

Como já deves estar na "minha ilha", quero desejar-te umas férias magníficas, o que não é difícil de conseguir nesse paraíso.
Se tiveres tempo, e seguires o conselho do nosso amigo João Coelho, podes dizer este belo soneto do Antero de Quental, quando desceres à mágica Lagoa do Fogo.
Um grande beijo para ti.
***
Na Mão de Deus
*
Na mão de Deus, na sua mão direita,
Descansou afinal meu coração.
Do palácio encantado da Ilusão
Desci a passo e passo a escada estreita.
*
Como as flores mortais, com que se enfeita
A ignorância infantil, despojo vão,
Depois do Ideal e da Paixão
A forma transitória e imperfeita.
*
Como criança, em lôbrega jornada,
Que a mãe leva ao colo agasalhada
E atravessa, sorrindo vagamente,
*
Selvas, mares, areias do deserto...
Dorme o teu sono, coração liberto,
Dorme na mão de Deus eternamente!
Antero de Quental, in "Sonetos"

8 comentários:

joão coelho disse...

Excelente sugestão, Elisabete. Espero que ela aprecie a minha/nossa terra e que, no regresso, ponha aqui a sua escrita, narrando a viagem.
Acho que não consigo deixar este ano acabar, sem lá ir também.Isto já roi..

Saudações atlânticas

J.Coelho

joão coelho disse...

Desculpa..tu nunca fizeste a descida lá abaixo, na Lagoa do Fogo? Conta aí, p.f.

Ibel disse...

João,

Gostei muito dos conselhos que deixou à Cris, "palhaço de Deus", como lhe chama o Daniel de Sá.
Elisabete,
Tens um coração limpo como as ilhas!
Cris,
Não te esqueças de telefonar.Dá um abraço ao Daniel por mim.
Beijinhos com ~~~~~~~~~inhas.

Elisabete disse...

João,
Infelizmente, nunca fui lá abaixo. No ano passado, em Abril, quando lá estive, tinha combinado com amigos a descida. Quando lá chegámos, depois de almoço, estava um nevoeiro "desgraçado" e não pudemos descer. Isto apesar de lá ter passado antes do almoço e estar um tempo óptimo. Coisas dos Açores...
Também já sinto as saudades a roer.

Ibel,
Um beijinho

Jose Augusto Soares disse...

Belo poema de Anthero.

Mar de Bem disse...

Hoje ouvi a voz doce da Cris, sendo entrevistada pelo Sidónio Bettencourt, no programa Interilhas.

...é que eu agora ando já a respirar a maresia do canal Pico/Faial...

...não tens inveja, Zé Augusto?

Daniel disse...

Não sei se a Cristina sabe desta homenagem que bem merece, porque não tem acesso (ou tem, mas muito limitado) à Internet. Mas penso voltar a encontrar-me com todo o grupo hoje, em passeio pela ilha em dia de descanso dos encontros de Lusofonia, (almoçarão em São Brás, pelo que lhe direi o que se passa e pedirei o abraço em nome da Ibel/a).

Cris disse...

Olá querida.
Muito obrigada por suas palavras e tb dos amigos que por aqui passaram.
Acabo de retornar e é quase impossível trazer toda a alma da ilha.
Trago no peito saudades imensas indescritiveis.
Por hoje deixo um beijo em cada coração amigo e meu agradecimento.
Feliz Páscoa.