segunda-feira, 14 de abril de 2008

O Novo Rosto do Teatro Ribeiragrandense

Pois! O Teatro está vestido de amarelo. Não consigo definir-me: contra ou a favor? Para mim, o casario da Ribeira Grande era a “preto e branco”. Mas… não posso negar que está bonito, alegre. O monograma destaca-se, colorido e orgulhoso do que representa.
Mais importante do que isso, é que parece que recomeçam as actividades, numa altura em que eu temia que estivesse adormecido. Lá estava a carrinha da RTP Açores… cinema, pelo menos ao fim-de-semana… a Pontilha a levar à cena o seu trabalho…
Por mim, fico mais descansada e feliz. Cabe aos habitantes da cidade apoiar, com carinho, o “seu Teatro”, o grande veículo de educação e cultura que pode e deve ser.

3 comentários:

Ibel disse...

Também acho que o teatro está mais alegre,e eu também, por a ver de novo nos seus magníficos blogues. Já tinha saudades suas,menina das ilhas,Elisbete encantada ou encanto de ilha?

Elisabete disse...

A "minha ilha" é que é um encanto. Estou cada vez mais apaixonada e tão cansada da "civilização"!!!
Só me apetece a paz. Mas obrigam-nos a lutar, sempre!
Sabe que, no dia 7, o Sá Couto aparecia na primeira página do "Açoriano Oriental", numa entrevista sobre a autoridade, ou a falta dela, nas Escolas.
Acho que costumava frequentar a Praia dos Moinhos, no Porto Formoso, onde eu ia com uma amiga. Veja lá! Nem sabia que era ele.
É verdade que o Delfos foi encerrado de vez? Não posso acreditar. Vai ver que volta.
Um beijo grande (da que gostaria de ser "a fada boa da Ilhas dos Açores")
Elisabete

Jose Augusto Soares disse...

Em época de fecho de Teatros, é sempre salutar saber que há outros que renascem.